[HQ] Lançamento de MetaMaus

A Pantheon Books comemora o 25º aniversário de Maus lançando o MetaMaus, material que mostra como a grande obra de Art Spiegelman foi produzida.

No MetaMaus, Art S. volta ao trabalho que lhe rendeu um  Pulitzer, que conta de uma forma totalmente diferente a história de um sobrevivente do holocausto: seu pai.
Ele aborda algumas questões que Maus gerou – tais como: por que o Holocausto? Por que camundongos? Por que feito em HQ? – E ainda disponibiliza informações sobre o processo criativo.

MetaMaus inclui um DVD bônus com a cópia digitalizada de “The Complete Maus” (não compre a versão brasileira, é uma bosta, vai na gringa mesmo que é delude) junto com um grande arquivo de áudio entrevistas com o seu pai que foi sobrevivente, documentos históricos e todo conteúdo pessoal de seus rascunhos e anotações.

MetaMaus saiu em 4 outubro e está disponível na Amazon.

BLZ, até aqui eu meio que traduzi/resumi o que achei escrito no Comics Cavern.

Comprei Maus no começo desse ano. Sempre tinha visto nas livrarias, mas só quando fui zoado por não ter lido nada em 28 anos tomei vergonha na cara e comprei logo a versão gringa, que é MUUUUUUITO melhor que a brasileira. Não tem comparação na qualidade do papel, capa dura, a tinta e tudo mais.

Fiquei muito surpreso quando comecei a ler e idiotamente surpreso quando acabei. Sério. Realmente essa obra foi merecedora de um Pulitzer.
O modo como Art retrata os judeus me fez lembrar o FODÁSTICO dialogo do Christoph Waltz como Col. Hans Landa no começo do Inglorious Bastard, sua visão sobre os judeus, que eram considerados ratos, mas não na forma perjorativa (aham, senta lá).
Se o Tarantino não usou isso de referência, não falo nada.

Mas voltando, a história é bem profunda e muito mais densa e psicológica do que a que somos bombardeados sempre por Hollywood (já ouviram falar do livro “A Indústria do Holocausto?” Deveriam!).
Não tenho muito o que falar mais sobre essa história além de que vai te prender do começo ao fim e vai te deixar pensativo a valer. Em certas partes vai ser um soco na boca de quebrar os dentes e fazer você parar de reclamar tanto por ser um filho único mimado criado pela avó em apartamento.

Esse MetaMaus já entrou na minha wishlist.

E vale a pena um Like na fanpage dele no facebook: facebook.com/ArtSpiegelman

Anúncios

[Review] Thor & Loki: Blood Brothers

A Marvel Knights lançou dia 28 de março uma minissérie animada de até onde eu sei quatro episódios, inspirada na aclamada Graphic Novel de Robert Rodi e Esad Ribic, Thor & Loki: Irmãos de Sangue.

Thor e Loki, meio irmãos na gélida terra mítica de Asgard, e um pouco mais exagerado que na maioria dos irmãos, eternos e mortais inimigos. Nessa minissérie mostra o deus da trapaça tomando o poder absoluto de Asgard e confrontando o preço a pagar pelos seus desejos e a sí mesmo. Mas porque Loki tem tanto ódio de seu Thor? O deus da Traição é mesmo vilão incompreendido ou tem um motivo para tudo isso? Ele conquistou o trono, e depois?

Só assisti o primeiro ep, e já garanto que vale a pena baixar o torrent com o arquivo em HD ou comprar pela rede.
A animação é razoavelmente legal. Não foi nada de cair o cu da bunda, mas deixou aquele gostinho de quero ver o que vai acontecer, pq ele trata exatamente do outro lado das histórias que ninguém conta. E se o vilão ganhar?

Assim como o Coringa na Piada Mortal e Dark Knight que assume que não ele não existe sem o Batman e na verdade não quer sua morte pois se completam, Loki se vê preso ao mesmo paradigma. E se Thor morrer? O que será de mim?

E para dar tamanho golpe e tomar o “poder”, o deus da trapaça precisou fazer promessas e tratos, e após a tomada do poder, a conta chega. Até onde o sonho de ser senhor de Asgard realmente o tornaria senhor e aonde o tornaria mais uma vez escravo e devedor a todos os que lhe colocaram no trono? E se der as costas a todos? E os reinos inimigos vizinhos que saberão que não existe mais um deus do trovão para vigiar por Asgard? Teria Loki o mesmo poder de gerar temor em seus adversários? Caim vai ter culhões para matar Abel?

Trailers

Galeria

A minissérie tem distribuição digital nas redes iTunes, Xbox LIVE e PlayStation Network. Cada episódio custará 2,99 dólares/260 MSP e está no 3 episódio. Ou de graça por torrent ou sites de seriados como o vmseries.

PS: Gostei da forma como retrataram Loki. Desdentado, feio, parece um morador de rua, alguém que realmente todos rejeitam.

Review: O Besouro Verde

A primeira vez que vi um trailer do filme The Green Hornet, que assim como a maioria das traduções escrotas que se fazem nesse país (como Lost Junction > Poder do Destino, Teen Wolf> O Garoto do Futuro, A Single Man > Direito de Amar, Heaven Can Wait > O Diabo Disse Não) que ficou conhecido como O Besouro Verde, achei que iria ser a maior marmelada. Nem acompanhei trailer nem nada, fiz um baita mal julgamento. Ai, esse fim de semana tava sem o que fazer e acabei indo com a @renatafiore no cinema e Green Hornet parecia a opção menos brochante.

Eu não esperava nada dele, fui assistir pq acho o Seth Rogen engraçado então valia a pena conferir, e algumas vezes realmente vale a pena pagar com a língua. O filme é bom pra caramba.

O começo do filme é bem parecido com Batman/Iron Man. Playboy perde o pai, não sabe o que fazer com a fortuna e nem como gerenciar o império multimilionário e tals. Mas nesse caso, sua vida muda qdo ele acaba conhecendo seu mordomo e remoendo o passado com seu pai que até então ele achava um babaca.

O filme é muito engraçado, legal a combinação de um cara atrapalhado e um mais sério que luta muito, Seth Rogen consegue ser muito engraçado e ver o Christoph Waltz , que ficou famoso pela incrível interpretação do Coronel Hans Landa de Inglorious Bastard, atuando como vilão DENOVO é bem legal. E diferente dos tradicionais vilões, ele não tem aquela cara de fdp/maniaco/psicotico como Peter Stormare.

O filme tem bastante clichê, é meio previsível em várias coisas mas que filme de super herói não é? Só acho que deviam ter colocado uma mulher mais bonita/gostosa que a Cameron Diaz. Ela já ta com cara de véia, deviam colocar a Mila Kunis :D.

But anyway. É risada garantida demais. Seth Rogen mesmo muito mais magro continua fazendo um bom papel de idiota trapalhão, vale a pena.

Ai, como não sabia nada sobre a adaptação, fui pesquisar.

The Green Hornet é um famoso herói fictício do rádio, cinema e televisão. Trata-se de Britt Reid, milionário dono do jornal O Sentinela Diária que transforma-se num vingador encapotado no estilo do Sombra. Ele é ajudado por Kato, seu mordomo de origem oriental mestre em artes marciais.

Ele surgiu no rádio em 1936 (interpretado pelo ator Al Hodges) e o seriado alcançou bastante sucesso[2]. O personagem, entretanto, é mais lembrado pela série de TV de 1966, onde Bruce Lee interpretava seu ajudante Kato. Ela foi cancelada em 1967 devido à baixa audiência. – By Wikipédia.

Só é estúpido ver o cara falando ferroada no filme com o nome de besouro e em todo o tempo mostra uma vespa. Brasil é uma bosta mesmo.

Agora uma cena do seriado original com o Bruce Lee

Nos divertimos muito vendo esse filme, e olha que tive que assistir dublado heim.
“BTW, o filme não tem easter eggs no final, pode levantar e ir embora.”

The Walking Dead Fanfilm

Enquanto não sai nenhum vídeo sobre a série, saca esse vídeo feito por fãs.

Essa cena rolou nos gibis (The Walking Dead #51) quando o Ricky tava pirando. É bem legal.

Vídeos que sairam da produção oficial:

Behind The Scenes of The Walking Dead

Behind the Scenes at The Walking Dead zombie school

Post com galeria de imagens e capas da HQ: The Walking Dead.

70 anos de Marvel, 70 melhores capas

A Marvel está fazendo 70 anos e para comemorar ela elegeu as 70 melhores capas de todas as suas HQ’s, e eu escolhi 20 imagens até dava para postar todas aqui, mas é muita coisa, mais fácil olhar no site para postar aqui. Continuar lendo